CUIDADO COM OS QUE VOS ENGANAM

Graça e Paz,

"Estas coisas vos escrevi acerca dos que vos enganam". I João 2.26

Quem aqui já não foi enganado um dia. O sentimento de ser enganado é muito ruim. Parece que quando descobrimos que fomos enganados, vem uma angústia, um sentimento de traição. Isso é ruim não é? Mas depois, com o tempo, vamos amadurecendo. Com o tempo vamos percebendo onde erramos. Com o tempo, vamos percebendo que podemos nos reconstruir, abandonando os sentimentos ruins, frutos do engano. Tudo isso é relacionado a nossa experiência com pessoas. Dá tempo de reparar os erros. Dá tempo de recuperar, aquilo que perdemos com as coisas enganosas. Mas a minha preocupação está nas coisas relacionadas com a vida eterna. Quando somos enganados com respeito a nossa fé, os danos muitas vezes são irreparáveis e porque não afirmar eternos. João na sua epístola orienta a igreja a respeito de pessoas que nos enganam. Ele traz um relato de pessoas que mentem a respeito da palavra de Deus, afirmando coisas que não estão relacionada a salvação. Estas pessoas são classificadas como " Anti – Cristo". São homens e mulheres que se levantam contra a igreja de Cristo, com afirmações que provocam divisões e discórdias. João afirma que : "saíram de nós, mas não eram de nós; porque se fosse de nós, ficariam conosco; mas isso é para que se manifestasse que não são todos de nós".(I João 2. 19). Essas pessoas possuem o espírito de engano e da mentira. Se mentem, tem como pai o Diabo, pois negam a Jesus Cristo como Senhor. Colocam jugos desnecessários nas vidas de pessoas afirmando que a salvação vem na guarda de sábados, na obediência de leis farisáicas, práticas estas que foram abominadas por Jesus: "... se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, não entrareis no reino dos céus".(Mateus 5.20). Pessoas que se diziam cumpridoras da lei, mas que viviam suas vidas no engano. Cumpriam leis aos olhos de homens, mas no seu interior viviam como sepulcros caiados. Cuidavam do sábado, mas acabavam com a vida. Viviam batendo no peito dizendo que eram cumpridores da lei, mas adulteravam com prostitutas. Eram os primeiros a apontarem os erros dos outros, mas não viam a trave que estavam nos seus olhos. Assim, a preocupação de João com aqueles que enganam, se renova hoje nas nossas vidas. Pessoas que ouvem esses enganadores, serão cobrados. A paga, para aqueles que são enganados é a perca da vida eterna, porque nenhuma mentira vem da verdade. Se não vem da verdade, sua origem não tem outra senão do Diabo. Mas João aconselha aqueles que não querem seguir enganadores: "E a unção que vós recebestes dele (Jesus), fica em vós, e não tem necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis. E agora filhinhos, permanecei nele (Jesus);para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança, e não sejamos confundidos por ele na sua vinda". (I João 2. 27 a 28).

De seu amigo e pastor Regi....


webmail | admin

© Copyright 2013 Todos os direitos reservados.