O NAMORO NA BÍBLIA

O Namoro na Bíblia

Antes de falarmos o que a bíblia fala a respeito de namoro, precisamos entender o que significa esta data na história.

A idéia do dia dos namorados acontece na Idade média, quando o Imperador Cláudio II proíbe o casamento, pois afirmava que os solteiros eram melhores combatentes. O bispo Valentim, descordando, continua fazendo casamentos e se casa secretamente com a filha do carcereiro, que era cega que segundo a história, milagrosamente consegue visualizar pequenos bilhetes de seu amado. Esses bilhetes eram assinados como : "de seu namorado"ou "de seu Antonio". Daí a idéia se Santo Antonio. Valentim morre no dia 14 de fevereiro, dia comemorado na maioria dos países com o dia dos namorados.

No século XVII, Ingleses e Franceses celebram o dia de Antonio como a união do Dia dos namorados, um século depois, nos EUA começam a comemorar o Antonio's Day .

No Brasil, o publicitário João Dória trouxe a idéia do exterior e apresenta aos comerciantes, explorando esta data comercialmente.

Eu quero destacar a idéia do dia dos namorados, relacionando a idéia que se tinha deste dia com ao da idade média do 14 de fevereiro como a data de acasalamento dos pássaros.

Hoje, o dia dos namorados é relacionado ao sexo. Seria um dia em que os namorados estariam se entregando um para o outro

Para o Cristianismo, o namoro não é relacionado ao sexo. Para nós cristãos, acreditamos que Deus instituiu o sexo seguro e o chamou de casamento. Deus quando Criou o homem e a mulher, os uniu e, os criou perfeitos com princípios se seguidos se tornam perfeitos.

O que nós mais vemos é que certos princípios relacionados a união entre um homem e uma mulher,que foram instituídos por Deus, quando quebrados, resultam em conseqüências negativas e muitas vezes feridas irreparáveis, como por exemplo o aborto, o divórcio, a banalização da família e outras.

Deus quando criou homem e mulher, os criou com princípios que geram santidade. Em relação ao sexo, percebemos que a Bíblia trata com seriedade e, afirma que sexo seguro e com responsabilidade está relacionado a união matrimonial entre um homem e uma mulher e é chamado de casamento. A Palavra de Deus condena o "transar" no namoro, pois afirma que a relação sexual é um privilégio do casamento. Na verdade, ela é a terceira etapa, e não a primeira. "Em Gn. 2:24, lemos: 'Por isso deixa o homem pai e mãe, e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne.' Desde Adão e Eva, o próprio Deus ordenou que houvesse uma formalização do compromisso matrimonial, através do 'deixar pai e mãe', com a bênção destes que são autoridades, sobre nós, enquanto solteiros. Além destas autoridades, devemos obediência às leis do nosso país. Num segundo passo, o homem 'se une à sua mulher'. A referência é àquela mulher com quem vai se casar, e não a qualquer mulher que se olhar na rua. Assim, numa terceira etapa, os dois serão 'uma só carne'. Só após as duas primeiras terem sido cumpridas, é que vem a hora da relação sexual, e não antes. Esta idéia existe tanto no Velho como no Novo Testamento, pois este versículo é citado por Jesus (Mt. 19:5) e por Paulo (I Co. 6: 16)."

Deus não estimula, de jeito algum, a "transa" no namoro. Muito pelo contrário. Várias passagens bíblicas, condenam o relacionamento sexual fora do casamento: At. 15:29; 21 :25; I Co. 6: 13-18; II Co. 12:21; I Ts. 4:3- 5. Entretanto, Hb. 13:4, Deus valoriza o casamento. Lemos ali: "Digno de honra entre todos, seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros". Deus também aprova a relação sexual dentro do casamento. Infelizmente a banalização da família, gera conflitos que afetam princípios bíblicos. Esses princípios quando quebrados, geram conseqüências que são claramente visualizadas na sociedade com famílias sem estrutura gerando violência familiar em todos os níveis. Então concluo que o namoro cristão não pode ser sinônimo de sexo, mas um momento de conhecimento, de preparação para um casamento ideal, forte e duradouro, até que a morte os separe. A santidade no namoro vale a pena, pois por um período de espera, o resultado será de um casamento forte e feliz de baixo da Bênção de Deus.

Que Deus os abençoe, de seu amigo e pastor Regi....


webmail | admin

© Copyright 2013 Todos os direitos reservados.